Hey! Seu Gadellha, vê se te orienta, assim dessa maneira, nego, a Docas não aguenta

 

05/08/15 07:57 AM

 

Portuários denunciam atual gestão da CDRJ ao MPF por improbidade administrativa, ajuízam ação com pedido de liminar e farão mais protesto contra o aparelhamento da companhia no dia 06 de agosto de 2015, às 11 horas, em frente a sede no Centro do Rio.     

 

 

Eu sou astrólogo!

Eu sou astrólogo!

Vocês precisam acreditar em mim

Eu sou astrólogo!

Eu sou astrólogo!

E conheço História

Do princípio ao fim!...

 

É no ritmo de "Al Capone" que parabenizamos os Portuários do Estado do Rio de Janeiro pela atitude de denunciar ao Ministério Público Federal (MPF) o vergonhoso aparelhamento da Cia. Docas do Rio de Janeiro (CDRJ)!  Fizeram o que é correto, ainda que estopim tenha sido o aparelhamento da sua Guarda Portuária! Os Portuários precisam se desligar totalmente da política e preservar a CDRJ, que é o local de onde retiram seus sustentos e de suas famílias. Partidos Políticos, aparelhadores paus mandados de políticos e demais sanguessugas por eles nomeadas não estão preocupadas com a companhia e com os portos por ela administrados. Estamos falando de gente ruim, sem ética, que aceita ganhar sem trabalhar, mamando nas tetas de uma companhia que está quebrada financeiramente e cheia de problemas internos.

 

Quando começou a protestar em maio, antes da nomeação do Gadelha, o UPRJ sabia que o aparelhamento da CDRJ aconteceria com intensidade jamais vista, pois o momento do país não está lá muito bom para os partidos políticos, inclusive para PMDB, que está dominando a companhia, segundo os jornais, através dos todos poderosos Deputados Federais Leonardo Picciani e Eduardo Cunha. O UPRJ entrou na briga contra o aparelhamento da CDRJ, pois sempre soube que todos assistiriam a um vergonhoso festival de nomeações, vez que outras fontes de receitas estão fechadas no país, ainda que momentaneamente.

 

 

Simplesmente o Gadelha nomeou 21 pessoas em pouco mais de 60 dias, ou seja, ele nomeou uma sanguessuga a cada 03 dias e em posições estratégicas. Em outras palavras, até agora, ele não trabalhou para a melhoria dos nossos portos, dedicando seu tempo prioritariamente ao aparelhamento da companhia. Muitas denúncias chegam ao UPRJ dando conta de que as sanguessugas nomeadas por ele nada entendem de portos, sequer sabem os cargos que ocuparão e que algumas nem aparecem para trabalhar. E o Gadelha não respeita nem os Diretores da CDRJ. Segundo essas denúncias, ele retira assessores de diretores, sem previa comunicação, e nomeia gente do seu grupo e com salários excelentes de até R$16.000,00, alguns com adicional de 30% de risco.  

 

Não podemos desistir da CDRJ. Precisamos preservar a companhia e, consequentemente, os portos do nosso Estado. Essas sanguessugas não oferecerão nada de bom. Não precisamos ser videntes para saber disso. Basta olhar a história.

 

Abaixo, segue o link para o informativo do sindicato da categoria - O BERRO DA PLATAFORMA - que deixa clara a revolta dos portuários com o atual diretor-presidente da CDRJ e que confirma a única intenção desse Senhor.

 

 

Leia também

 

Áudio: Ricardo Boechat detona Cunha e Piccianis pelo aparelhamento da Docas do Rio

Usuários pedem a ministro indicação de nome técnico para Docas do Rio

Heranças malditas de políticos fazem Docas do Rio perder alfandegamento

PMDB quer a Docas do Rio de qualquer maneira. Não emplacou o filho, agora vem o pai

Políticos e seus apadrinhados não encontrarão potes de ouro na Docas do Rio

Dança das cadeiras na Docas do Rio de Janeiro

 

André de Seixas

Criador e Editor do Site dos Usuários dos Portos do Rio de Janeiro

E-mail: uprj@uprj.com.br

 

O texto acima reflete a opinião do autor e do UPRJ

 

 

 

 

 

   

®  UPRJ - SITE DOS USUÁRIOS DOS PORTOS DO RIO DE JANEIRO. Todos os direitos reservados           Site e logomarcas desenvolvidos por André de Seixas