ANTAQ reúne-se com representantes dos usuários dos portos
 

04/12/14 06:48 AM


O diretor-geral da ANTAQ, Mário Povia, reuniu-se na última terça-feira (02) com usuários dos portos, na sede da Agência, em Brasília, para discutir uma agenda positiva para o setor. A reunião é a terceira da agenda e dá continuidade à uma série de entendimentos que foram iniciados em julho, no Rio de Janeiro (RJ).

Do lado dos usuários, participaram o representante do Usuport-RJ, André de Seixas Alves; do Usuport-BA, Paulo Villa; da Associação dos Exportadores de Cana-de-Açúcar e Álcool (AEXA), Ângela Cristina Quintanilha; do Conselho de Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), Ronaldo Taboada; e da Federação Nacional dos Auditores e Fiscais de Tributos Municipais (Fenafim), Carlos Cardoso Filho.

Pela ANTAQ, participaram o chefe de gabinete, Aguinaldo Teixeira, os superintendentes de Outorgas e de Desempenho, Desenvolvimento e Sustentabilidade, respectivamente, Flávia Takafashi e Rogério Menescal, os procuradores federais na Agência, Luiz Eduardo de Araújo (procurador-geral) e Carlos Afonso, os gerentes de Afretamento da Navegação, Rômulo Castelo Branco, de Regulação Portuária, Luiz Scarduelli Junior, e de Regulação Marítima, Sérgio Augusto de Oliveira, além de técnicos e assessores da Diretoria.

Durante a reunião, foram discutidos diversos temas de interesse do setor, como o incentivo ao fortalecimento e associativismo entre usuários em todos os portos, conforme determina a Lei de Concessões; publicidade nos websites de terminais arrendados, companhias docas e ANTAQ da discriminação de serviços, tarifas e preços máximos; e revisão da Resolução ANTAQ nº 2.389, que estabelece os parâmetros a serem observados na prestação de serviços de movimentação e armazenagem de contêineres e volumes em instalações de uso público nos portos organizados.

Povia, que presidiu a reunião, destacou a importância da agenda para uma maior harmonia entre usuários e prestadores de serviços nos portos. “O porto existe para escoar a carga e a nossa função é assegurar que o usuário possa escoar sua carga a um preço justo. Do lado do armador e do terminal portuário, nossa função também é cuidar para que eles tenham boas condições de infraestrutura, e, assim, possam compartilhar essa redução de custos gerada pela maior eficiência com o usuários”, observou.
 

 

Fonte: Antaq

 

 

 

 

 

   

®  UPRJ - SITE DOS USUÁRIOS DOS PORTOS DO RIO DE JANEIRO. Todos os direitos reservados           Site e logomarcas desenvolvidos por André de Seixas